Uncategorized

10 Carros Esportivos Brasileiros que Deixaram sua Marca na História

O mercado automotivo brasileiro já foi agraciado com vários carros esportivos que, apesar das limitações e restrições, conseguiram deixar sua marca na história do país. Mesmo diante das especulações sobre o futuro do Gol GTI, decidimos relembrar e fazer uma lista dos 10 carros esportivos brasileiros que se destacaram pelo desempenho e modificações em relação às versões originais. A lista é composta por modelos que foram produzidos em série no Brasil, excluindo o Lobini H1 e organizada em ordem alfabética. Vamos relembrar os modelos que marcaram época e ainda são lembrados com carinho pelos entusiastas do automobilismo nacional.

1. Honda Civic Si – O Honda Civic Si, produzido no Brasil, se destaca por utilizar um motor exclusivo de 2 litros com duplo comando variável, entregando 192 cv de potência e um câmbio de seis marchas. Esse conjunto permite ao Civic Si atingir a velocidade máxima de 232 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, sendo considerado o carro esportivo mais potente do Brasil atualmente.

2. Corsa GSi – Lançado em 1994, o Corsa GSi conquistou os entusiastas com seu motor Ecotec 1.6 16v importado da Hungria, que o permitia atingir 192 km/h e acelerar até 100 km/h em 9,8 segundos. Além do motor, o GSi contava com modificações na suspensão, câmbio, freios, além de visual esportivo com rodas de liga leve, spoilers e aerofólio, sendo o último dos verdadeiros esportivos da Chevrolet no Brasil.

3. Gol GT – O Gol GT foi o primeiro carro esportivo nacional a atingir a marca de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos, graças ao motor 1.8 do Passat aliado ao baixo peso do carro. Com visual diferenciado, bancos Recaro, relógio com cronômetro e volante de quatro raios, o GT conquistou seu espaço no cenário dos esportivos brasileiros.

4. Gol GTI – Em 1995, o Gol “bola” recebeu a aguardada versão esportiva GTI com duas opções de motorizações, ambas com o bloco de 2 litros. O GTI com cabeçote de 16v se destacava pelas diferenças estéticas, como o novo capô, rodas exclusivas de 15 polegadas e aerofólio, além dos bancos esportivos Recaro. Com um motor de 141 cv, o Gol GTI 16v atingia 206 km/h e acelerava de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos.

5. Golf GTI – A versão GTI do Golf chegou ao Brasil em 1999, equipada com motor 1.8 turbo de 150 cv, posteriormente elevado para 180 cv em 2003. Com uma velocidade máxima de 227 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 8 segundos, o Golf GTI conquistou admiradores pela linearidade do torque proporcionada pela turbina e pelas alterações estéticas que o diferenciavam das demais versões.

6. Marea Turbo – Oferecido somente com quatro portas, o Marea Turbo se destacava pelo motor 2 litros de 5 cilindros com 20 válvulas, que entregava 182 cv de potência e o levava a atingir 223 km/h e acelerar até 100 km/h em 7,9 segundos. Com um design discreto, o Marea Turbo foi desejado pelos fãs de esportivos, mantendo a tradição da Fiat nesse segmento.

7. Punto T-Jet – Lançado em 2009, o Punto T-Jet chegou como o aguardado sucessor do Uno Turbo, oferecendo um desempenho condizente com os modelos europeus. Equipado com motor 1.4 turbo de 152 cv, o compacto atingia 203 km/h de velocidade máxima e acelerava de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos, preenchendo o espaço deixado pelo Uno após 13 anos.

8. Tempra Turbo – Em 1995 a Fiat apresentou o Tempra Turbo, um esportivo com motor de 165 cv, capaz de atingir 212 km/h de velocidade máxima. Oferecido somente com duas portas, o Tempra Turbo trazia molas e amortecedores especiais, cambagem negativa na frente, rodas de liga leve de 14 polegadas e aerofólio na tampa traseira, mostrando seu carisma e essência esportiva.

9. Uno Turbo – O Uno Turbo, equipado com um motor de 1,4 litro que entregava 118 cv e torque de 17,5 kgfm, atingia 195 km/h de velocidade máxima. Com para-choques e rodas esportivas, bancos envolventes e instrumentos como manômetros de óleo e turbo, o Uno Turbo foi pioneiro no uso de motores com turbocompressor no Brasil, abrindo caminho para modelos posteriores.

10. Vectra GSi – A versão esportiva do Vectra, o GSi, era equipada com um motor 2.0 e cabeçote especial com 16 válvulas, entregando 150 cv de potência e atingindo a velocidade máxima de 215 km/h. O GSi se destacava também por modificações na mecânica, visual exclusivo e volante de menor diâmetro, mantendo a tradição da Chevrolet em oferecer esportivos no Brasil.

Esses 10 carros esportivos brasileiros deixaram uma marca indelével na história do automobilismo nacional, sendo lembrados com carinho pelos entusiastas e representando uma era de inovação e desempenho no mercado automotivo do país.