Uncategorized

10 Carros Usados que Levam Meses para serem Vendidos

Existem certos carros que nenhum particular se interessa em comprar. Anunciar nos jornais de maior circulação do país, colocar em sites de venda de carros, tudo parece não adiantar. A solução muitas vezes acaba sendo entregar o carro para um comerciante ou vendedor de carros, que na maioria das vezes torce o nariz e não aceita o veículo. Os poucos que aceitam, calculam que vão ficar com ele por vários meses e, então, jogam o preço lá embaixo. A lista de carros usados que levam meses para serem vendidos inclui desde perua com visual de carro de funerária até carros de luxo que acabam não despertando o interesse dos consumidores. Confira abaixo os 10 carros que têm dificuldade de aceitação no mercado de usados:

1. Chevrolet Omega Suprema: Muitas vezes desvalorizada pela associação com o serviço funerário, uma Suprema CD 4.1 96 que tem preço de tabela de quase R$ 30 mil, pode ser encontrada por metade desse valor.

2. Fiat Marea: Apesar de ter um bom custo/benefício, o Marea acaba desvalorizado no mercado de usados. Um Marea HLX 2.4 2001, que tem preço de tabela de R$ 14,5 mil, costuma ser encontrado por valores bem inferiores.

3. Toyota Corolla 98: Mesmo sendo um ótimo carro, o Corolla 98 tem um visual que afasta os compradores, o que acaba dificultando a venda e desvalorizando o veículo.

4. Ford Fiesta 98: Com um visual que não agrada, o Fiesta 98 tem dificuldade de aceitação no mercado de usados, sendo vendido por valores bem abaixo do preço de tabela.

5. Hyundai Accent: Com cores chamativas e um motor que não se adequava às condições das estradas brasileiras, o Accent tem dificuldade para se manter valorizado no mercado de usados, sendo vendido por valores bem inferiores ao da tabela.

6. Citroen Xantia: Sendo um carro com componentes sofisticados e eletrônicos, o Xantia sofre com desvalorização no mercado de usados devido à dificuldade de encontrar peças e realizar a manutenção, o que o torna uma opção pouco atrativa para os compradores.

7. Volkswagen Polo 1.0: O Polo 1.0 teve uma produção pequena e acabou se tornando um carro pouco valorizado no mercado de usados, podendo ser encontrado por valores consideravelmente mais baixos que os praticados na tabela.

8. Ford EcoSport 1.0: Mesmo com um motor turbinado, a EcoSport 1.0 não é bem vista pelos consumidores, o que acaba impactando na desvalorização do veículo no mercado de usados.

9. Mercedes-Benz Classe A: Apesar de ser considerado um carro de luxo, o Classe A possui problemas recorrentes de manutenção e desvalorização, o que impacta negativamente na venda e no preço do veículo no mercado de usados.

10. Daewoo Espero: Compartilhando componentes com o Vectra, o Espero é um sedã coreano que acaba sofrendo com a concorrência de modelos mais reconhecidos e valorizados, sendo vendido por valores consideravelmente baixos no mercado de usados.

Estes carros, apesar de apresentarem algumas qualidades, enfrentam dificuldades para serem vendidos no mercado de usados, o que acaba impactando na sua desvalorização e baixa liquidez. Ao buscar um veículo usado, é importante considerar não apenas o preço, mas também a demanda e a aceitação no mercado, visando garantir um bom negócio para o comprador.