Uncategorized

Carros usados no Reino Unido: preços que impressionam e comparação com o mercado brasileiro

No Brasil, é de conhecimento geral que os preços dos carros, assim como de diversos outros produtos, são consideravelmente mais altos em comparação com os preços praticados em outros países. Um exemplo bastante claro dessa discrepância pode ser observado ao comparar os valores de carros usados no Reino Unido com os preços equivalentes no mercado brasileiro.

O mercado de carros usados e seminovos no Reino Unido apresenta uma grande diversidade de opções. Curiosamente, muitos dos carros disponíveis possuem uma quilometragem consideravelmente alta, indicando que os proprietários costumam rodar bastante com os veículos antes de trocá-los.

A comparação foi feita a partir de anúncios de classificados do site Autotrader, e a conversão dos preços para real considerou a quantidade de salários necessários para adquirir o mesmo carro em cada mercado.

Um exemplo impressionante é o BMW Z4 Roadster, que com motor 3.0 litros de seis cilindros e 190 cavalos, câmbio automático de seis marchas e uma ampla lista de equipamentos, pode ser adquirido por cerca de 9 mil libras esterlinas, equivalente a aproximadamente 6,3 salários mínimos de um adulto de 25 anos no Reino Unido. No mesmo segmento de veículos, um Cadillac SRX com motor 3.6 V6 de 265 cv, bancos com ajustes elétricos, sistema multimídia premium Bose e um extenso pacote de itens de conforto e segurança, tem seu preço fixado em quase 7 mil libras esterlinas, cerca de 4,9 salários mínimos.

O imponente Chevrolet Suburban, com espaço para sete pessoas e motor 5.3 V8 a gasolina, custa 9 mil libras esterlinas, o que representa quase 6 salários mínimos. Enquanto isso, um Chrysler 200 Limited, equipado com motor 2.4 litros a gasolina de 186 cv, câmbio automático de nove marchas e uma extensa lista de equipamentos, pode ser adquirido por 6,2 salários mínimos no Reino Unido.

O conhecido Ford Fusion, que no Reino Unido pode ser adquirido por aproximadamente 2,8 salários mínimos, oferece um motor 3.0 V6 de 225 cv, câmbio automático e uma lista de equipamentos que inclui seis airbags, controles de estabilidade e tração, bancos de couro, entre outros. Já o Hyundai Sonata SE 2.4 2016, com motor 2.4 litros de quatro cilindros a gasolina de 190 cv, tem seu preço em torno de 9 mil libras esterlinas, equivalente a 6,3 salários mínimos.

O MINI Cooper Countryman na configuração Cooper S FWD, com motor 1.6 litro turbo de quatro cilindros a gasolina, 185 cv e um extenso pacote de itens de conforto e segurança, pode ser adquirido por 9 mil libras, aproximadamente 6,3 salários mínimos no mercado britânico. Em contraste, um sedã médio/grande Lexus ES 350, com motor 3.5 V6 de 275 cavalos, câmbio automático de seis marchas e uma série de recursos premium, tem seu preço fixado em 7.995 libras esterlinas, cerca de 5,6 salários mínimos.

E mesmo os veículos elétricos, que ainda não tiveram uma popularização expressiva no Brasil devido aos preços elevados, podem ser encontrados a preços atrativos no Reino Unido. Um exemplo é o Nissan Leaf S ano 2016, disponível por cerca de 9 mil libras esterlinas, ou cerca de 6,3 salários mínimos de um adulto de 25 anos por lá.

A comparação evidencia que no Reino Unido é possível adquirir modelos como o Passat SE por menos de R$ 67 mil, valor substancialmente inferior ao que seria desembolsado no mercado brasileiro para um veículo similar. A lista de opções acessíveis também inclui modelos de marcas como Buick, Chevrolet, Dodge, Ford, GMC, Honda, Hyundai, Jeep, Kia, Nissan, Subaru, Toyota e Volkswagen, todos disponíveis por valores que impressionam quando feita a conversão para a moeda brasileira.

Essa comparação revela a discrepância nos preços de carros usados entre o mercado brasileiro e o mercado do Reino Unido, oferecendo uma perspectiva sobre as diferenças significativas nos custos de aquisição de veículos entre os dois países.