Uncategorized

Comparativo de carros populares mais baratos do Brasil em 2009

No mês passado, o NA realizou uma enquete que teve mais de 6.000 participantes e revelou o Gol G5 como o carro popular favorito do Brasil, apesar de ser significativamente mais caro do que outros modelos populares. De acordo com a revista Quatro Rodas, os carros 1.0 de entrada representam 40% das vendas de veículos no Brasil, destacando o fato de que os consumidores brasileiros priorizam o preço na hora de comprar um carro novo. Neste contexto, a revista fez um comparativo dos carros populares mais baratos das cinco marcas que mais vendem veículos no Brasil: Volkswagen Gol G4, Fiat Mille, Chevrolet Celta, Ford Ka e Renault Clio. Apresentaremos brevemente as características de cada um desses modelos. O destaque do Celta é o seu desempenho, sendo que o motor 1.0 da GM, apesar de antigo, oferece boa performance e baixo consumo de combustível. No entanto, o espaço interno é considerado apenas razoável e a versão mais barata possui parachoques pretos e rodas de 13 polegadas. O Ford Ka se destaca pelo design mais moderno em comparação aos demais modelos, além de oferecer uma lista de equipamentos de série um pouco melhor, incluindo travas elétricas e alarme por controle remoto. Por outro lado, houve uma piora no padrão de acabamento em comparação à geração anterior e o consumo de combustível é considerado alto, enquanto o desempenho é inferior aos concorrentes. O Fiat Mille possui um preço imbatível, sendo 3.000 reais mais barato do que os outros modelos. No entanto, o visual é considerado desfavorável, o acabamento é fraco e o valor do seguro é o mais alto entre os cinco carros mencionados. O Gol G4 mantém a posição de destaque nas vendas devido à sua geração anterior, representando 83% das vendas em 2009. No entanto, o modelo é criticado pelo menor espaço interno em comparação aos demais e pelo volante torto. Já o Renault Clio Campus, apesar de não ser popular entre as escolhas dos consumidores, oferece um acabamento melhor, bancos mais largos e maior conforto ao rodar. No entanto, a versão mais barata do modelo não é equipada com ar-condicionado, direção hidráulica e airbag, o que pode dificultar a revenda no mercado de usados. Portanto, para quem valoriza manutenção barata, seguro acessível e facilidade na revenda, o Clio pode não ser a melhor escolha.