Uncategorized

Comparativo dos Carros Populares Mais Baratos do Brasil em 2009

No mês passado, o NA realizou uma enquete com mais de 6.000 participantes para eleger o melhor carro popular do Brasil. O vencedor disparado foi o Gol G5, apesar de ser significativamente mais caro em comparação com outros modelos populares. Contudo, para os consumidores que estão entrando no mundo dos carros novos pela primeira vez, o preço é um fator crucial na decisão de compra. Por isso, é relevante discutir o comparativo realizado pela revista Quatro Rodas em julho de 2009, que envolveu os carros populares mais baratos das cinco marcas que dominam as vendas de automóveis no Brasil: Volkswagen Gol G4, Fiat Mille, Chevrolet Celta, Ford Ka e Renault Clio.
Os carros 1.0 de entrada representam cerca de 40% das vendas de carros no país, evidenciando que os consumidores brasileiros optam por esses modelos principalmente devido ao preço, mesmo que apresentem acabamento simples, motor de baixa potência e espaço interno limitado.
Em relação aos preços, a lista, do mais barato para o mais caro, é a seguinte:
1. Fiat Mille
2. Chevrolet Celta
3. Ford Ka
4. Renault Clio
5. Volkswagen Gol G4
Cada pessoa escolhe o seu carro popular com base em diferentes critérios, o que pode incluir diversos fatores específicos de cada modelo. Se o preço fosse o único critério considerado, apenas o Fiat Mille seria visto nas ruas.
O Chevrolet Celta se destaca pelo seu desempenho, pois mesmo sendo equipado com um motor 1.0 antigo, na versão VHCE ele oferece bom desempenho e baixo consumo de combustível. No entanto, seu espaço interno é apenas razoável, e a economia da Chevrolet pode ser considerada um ponto negativo. O preço do Celta é próximo ao do Ford Ka, porém sem oferecer equipamentos adicionais que justifiquem essa equivalência. Para adicionar opcionais como parachoques pintados e rodas de aro 14, o preço do Celta ultrapassa os 26.300 reais, o que começa a se tornar excessivo. Além disso, o encosto de cabeça do Celta é fixo ao banco, sem possibilidade de ajuste.
Dentre os modelos analisados, o Ford Ka apresenta um visual mais moderno, apesar de não agradar a todos. O destaque está nos equipamentos de série, que incluem travas elétricas, alarme por controle remoto e opção de rodas de liga leve. No entanto, é importante estar atento ao alto índice de roubo do estepe, que fica do lado de fora do veículo. Comparado com a geração anterior, o padrão de acabamento do Ka piorou, equiparando-se aos demais modelos populares. Além disso, o Ka consome mais combustível e oferece menos desempenho em comparação com seus concorrentes.
O Fiat Mille se destaca pelo preço imbatível, sendo 3.000 reais mais barato do que os demais concorrentes. Esse diferencial de preço permite ao consumidor adquirir um Mille com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, e rodas de liga leve pelo mesmo valor de um concorrente equivalente. No entanto, o visual do Mille e seu acabamento são pontos negativos, assim como o valor elevado do seguro em comparação com os demais modelos.
Em relação ao Gol, a sua posição de destaque nas vendas se deve principalmente ao modelo Gol G4, representando 83% das vendas em 2009. O espaço interno do Gol é limitado, e a versão de quatro portas não está disponível no site da Volkswagen, sendo encontrada apenas nas concessionárias. O seguro do Gol, assim como o do Mille, é caro se comparado com os demais concorrentes. No entanto, o modelo oferece banco com regulagem de altura de série. É importante mencionar que a Volkswagen planeja lançar uma versão simplificada do Gol, com apenas duas portas, para competir diretamente com o Mille.
Por fim, o Renault Clio Campus, apesar de não ser popular entre os consumidores, oferece um acabamento superior, bancos mais largos e maior conforto ao rodar em comparação com os concorrentes, mas mantém o mesmo visual desde 2003. No entanto, devido à versão anterior oferecer mais equipamentos de série, a revenda do Clio Campus pode representar um desafio, especialmente diante de outras versões mais completas. Portanto, caso o consumidor prefira manutenção barata, seguro acessível e facilidade na revenda, o Clio pode não ser a melhor escolha.