Uncategorized

Comparativo dos carros populares mais baratos no Brasil em 2009

No mês passado, o site NA realizou uma enquete que contou com a participação de mais de 6.000 pessoas para eleger o melhor carro popular do Brasil. O vencedor disparado foi o Gol G5, porém é importante ressaltar que ele apresenta um preço mais elevado em comparação com outros modelos populares. Muitas pessoas que estão entrando no mundo dos carros novos pela primeira vez buscam por um carro popular verdadeiro, o mais acessível possível. Por isso, vamos analisar o comparativo feito pela revista Quatro Rodas, em julho de 2009, que inclui os carros populares mais baratos das cinco marcas que mais vendem carros no Brasil: Volkswagen Gol G4, Fiat Mille, Chevrolet Celta, Ford Ka e Renault Clio.

Os carros 1.0 de entrada representam 40% das vendas de carros no Brasil, o que revela que o consumidor brasileiro prioriza o preço na hora da compra, mesmo em detrimento de aspectos como acabamento, motorização ou espaço interno.

Em relação aos preços, em ordem crescente, a lista é a seguinte: Fiat Mille, Renault Clio, Chevrolet Celta, Ford Ka e Volkswagen Gol G4.

Cada pessoa escolhe o seu carro popular baseada em diferentes critérios, priorizando características específicas que um determinado modelo possui em comparação com seus concorrentes. No entanto, se o preço fosse o único critério de compra, veríamos nas ruas apenas o Fiat Mille, devido ao seu preço mais acessível.

O destaque do Chevrolet Celta é seu desempenho, já que ele alcança níveis de performance superiores a alguns modelos 1.4. Apesar do motor 1.0 da GM ser antiquado, a nova versão VHCE apresenta bom desempenho e baixo consumo de combustível. No entanto, seu espaço interno é apenas razoável e a economia da Chevrolet pode ser considerada um incômodo. O Celta possui parachoques pretos em sua versão mais barata e rodas de 13 polegadas. Apesar de seu preço ser semelhante ao do Ford Ka, ele não oferece equipamentos adicionais que justifiquem essa equivalência. Para adquirir parachoques pintados e rodas aro 14, é necessário desembolsar mais de 26.300 reais, um valor considerável. Além disso, o modelo apresenta problemas quanto ao encosto de cabeça, que não pode ser ajustado e é fixado ao banco. Em relação ao visual, o Ford Ka é o único que possui um design mais moderno, apesar de não agradar a todos devido às suas linhas. O modelo, lançado em 2008, oferece uma lista ligeiramente superior de equipamentos de série, incluindo travas elétricas e alarme por controle remoto, algo inexistente nos demais concorrentes. No entanto, é importante notar que o padrão de acabamento do Ka piorou consideravelmente em comparação com a geração anterior, equiparando-se aos demais carros populares. Além disso, o Ka apresenta maior consumo de combustível e desempenho inferior se comparado aos seus concorrentes. O Fiat Mille se destaca por seu preço imbatível, sendo 3.000 reais mais barato que os demais. Esse diferencial de preço é significativo para o público que busca carros populares. Pelo mesmo valor do Renault Clio, é possível adquirir um Mille com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e rodas de liga leve. Embora seja leve, ágil e econômico, o Mille apresenta um visual desfavorável, assemelhando-se a uma bota ortopédica, e um acabamento frágil. Além disso, os vãos entre as peças da carroceria apresentam tamanhos irregulares. Outro aspecto negativo é o alto custo do seguro, o mais elevado entre os cinco modelos mencionados. Vale destacar que a liderança de vendas do Gol é atribuída principalmente ao Gol G4, representando 83% das vendas em 2009. Até o momento, a versão de quatro portas só está disponível nas concessionárias, enquanto a versão de duas portas é encontrada apenas no site da VW. Há boatos de que o Gol G4 será simplificado para competir com o Mille, oferecendo apenas duas portas. Enquanto essa alteração não ocorre, é importante ressaltar que o custo do seguro do Gol é comparável ao do Mille, sendo mais acessível que o último, mas ainda mais alto que os demais concorrentes. Apesar de ser o maior dos cinco carros populares, o Gol oferece o menor espaço interno, além de apresentar volante torto, uma característica compartilhada com o Celta. No entanto, o destaque positivo é o banco com ajuste de altura de série. Por fim, o Renault Clio Campus, versão mais acessível do modelo da marca francesa, não é muito popular entre os consumidores, vendendo cerca de 5.500 unidades por ano, enquanto alguns concorrentes dessa lista atingem essa marca em menos de um mês. No entanto, essa baixa popularidade não necessariamente reflete sua qualidade. O Clio Campus apresenta um acabamento superior, bancos mais largos e oferece maior conforto ao dirigir. No entanto, o modelo mantém praticamente o mesmo visual desde 2003, o que pode não cativar os consumidores. Outro ponto negativo é que ele já foi comercializado a preços mais elevados, entregando mais equipamentos. Portanto, ao revender o Clio Campus, o proprietário poderá enfrentar dificuldades em comparação com modelos mais bem equipados. Concluindo, para quem valoriza manutenção barata, seguro acessível e facilidade na revenda, o Renault Clio Campus pode não ser a melhor escolha.