Uncategorized

Conheça 10 pares de carros tão parecidos que poderiam ser gêmeos

Ao observar carros que se parecem demais, é comum pensar que a falta de criatividade é a única explicação para essa situação. No entanto, a existência de clones automotivos pode ser justificada por diversos motivos, como alianças entre fabricantes, designers que mudaram de emprego, coincidências ou até mesmo ousadia. Conheça abaixo dez pares de carros tão parecidos que poderiam ser gêmeos.

1. Brasinca 4200 GT / Uirapuru e Inglês de 1966: O Uirapuru, apresentado no Salão do Automóvel de 1964, chamou a atenção pelo belo design, que possivelmente inspirou o carro inglês lançado em 1966. Compartilhando algumas características, como porte, tração traseira e estratégia de motorização, esses carros feitos na mesma década apresentaram semelhanças.

2. Alfetta e BMW Série 3 E21: Com características e porte equivalentes, esses dois modelos ofereciam motorizações semelhantes, com opções de câmbio automático e mecânico. Enquanto o BMW Série 3 E21 apresentava opção de câmbio automático de 3 marchas, o Alfetta oferecia apenas câmbio mecânico, mas com 5 marchas e uma versão GTV com motor mais potente.

3. BMW X5 e Chinês da ShuangHuan: O X5, SUV de sucesso da BMW, foi lançado com tecnologia avançada e motores V6 e V8 potentes. Por outro lado, o chinês da ShuangHuan oferecia uma versão 4×2, com 4×4 como opcional e motor Mitsubishi 4 cilindros de 135 cv, demonstrando diferenças marcantes em relação ao modelo da BMW.

4. Mini Cooper e Lifan 320: Enquanto o Mini Cooper oferecia motores modernos com tecnologias avançadas, o Lifan 320 trazia um motor 1.3 16v com características mais modestas. Apesar de algumas semelhanças visuais, como a aparência externa, as diferenças mecânicas e de tecnologia eram evidentes entre os dois modelos.

5. Ford F150 e JAC 4r3: As picapes Ford F150, F250 e F350 SuperDuty apresentavam motorizações potentes e diversas opções de tração e transmissão, enquanto a JAC 4r3 oferecia apenas um motor 2.8 4 cilindros a Diesel com tração nas 4 rodas e câmbio manual de 5 velocidades. As diferenças eram evidentes em termos de desempenho e tecnologia.

6. Chery QQ e Daewoo Matiz: Com características semelhantes, como design compacto e motores de baixa potência, o Chery QQ e o Daewoo Matiz compartilhavam algumas semelhanças, mas também apresentavam diferenças significativas em termos de desempenho, consumo de combustível e recursos de segurança.

7. Chevrolet Tracker e Suzuki Vitara: Os modelos Tracker e Vitara apresentavam motores e preços semelhantes, indicando uma relação próxima entre os veículos. No entanto, divergências quanto ao tipo de combustível, tração e preço sugeriam diferenças importantes entre eles.

8. Verona e Apollo / Santana e Versailles: Frutos da aliança entre Ford e VW no Brasil, esses modelos compartilhavam diversos componentes mecânicos e estéticos, mas com algumas distinções entre eles. Enquanto o Verona trazia motores da VW, o VW Apollo usava exclusivamente o motor AP 1.8. Além disso, o Santana e o Versailles compartilhavam mecânica, mas apresentavam diferenças visuais.

9. Subaru BRZ e Toyota FT-86: Compartilhando chassis e motor, o Subaru BRZ e o Toyota FT-86 apresentavam semelhanças notáveis, inclusive a tração traseira, um recurso raro em carros pequenos e médios. Embora ambas as marcas pretendessem atrair fãs de drift, a concorrência acabou sendo mais ágil, resultando em modelos similares no mercado.

10. Inspiração e coincidência: Apesar das semelhanças entre os modelos citados, é importante ressaltar que algumas relações podem ter sido inspiradas em modelos anteriores, enquanto outras foram consequência de coincidências do mercado automobilístico. Em ambos os casos, as diferenças técnicas e de desempenho refletiam a individualidade de cada modelo, mesmo que visualmente pudessem parecer gêmeos. É intrigante observar como clones e versões gêmeas fizeram parte do mundo automobilístico há décadas, demonstrando que a diversidade e a concorrência sempre estiveram presentes nesse universo. Afinal, a história dos automóveis é cheia de curiosidades que nos lembram como a indústria automotiva se desenvolveu ao longo do tempo.