Uncategorized

Conversão para GNV: vantagens e desvantagens no uso do Gás Natural Veicular

Muitos proprietários de automóveis têm optado por fazer a conversão de seus veículos para o Gás Natural Veicular (GNV) como forma de driblar os frequentes reajustes nos preços da gasolina e do etanol. O investimento para instalar um kit GNV pode variar de R$ 5 mil a R$ 7 mil, mas essa despesa pode ser recuperada com facilidade, especialmente por aqueles que utilizam o carro para trabalho, como taxistas, motoristas de aplicativo e frotistas. No entanto, embora o GNV apresente vantagens econômicas, também possui desvantagens que devem ser consideradas pelos proprietários.

Vantagens do uso do GNV:
1. Economia: O GNV é cerca de 43% a 58% mais econômico que a gasolina e de 44% a 66% mais eficiente que o etanol, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado (Abegás), o que resulta em economia significativa no abastecimento.
2. Menor impacto ambiental: O GNV emite cerca de 20% menos dióxido de carbono (CO2) em comparação com a gasolina e 15% a menos em relação ao etanol, tornando-o mais favorável ao meio ambiente.
3. Limpeza do motor: Por ser um combustível mais limpo, o GNV não deixa acumular resíduos nos bicos injetores, o que contribui para uma maior durabilidade e limpeza do óleo lubrificante do motor.
4. Vida útil do motor: O óleo lubrificante do motor em veículos movidos a GNV pode ser trocado em intervalos maiores, devido à baixa formação de resíduos da combustão, o que contribui para a integridade dos componentes internos do conjunto mecânico.
5. Durabilidade do sistema: O sistema de um veículo abastecido com GNV pode durar até 20% a mais que o de um conjunto movido a combustível líquido, uma vez que não há acúmulo de água proveniente da gasolina e do álcool.

Desvantagens do uso do GNV:
1. Risco de fissuras: Devido à maior pressão gerada pelo GNV, é importante manter o motor sempre regulado e seguir as recomendações das empresas de conversão para evitar possíveis fissuras no sistema.
2. Desgaste dos cabos de vela: Com o uso do GNV, os cabos de vela podem se desgastar mais rapidamente, reduzindo sua vida útil pela metade.
3. Avarias nos cilindros: Como o GNV não oferece lubrificação, a falta de um combustível adequado pode causar avarias nos cilindros, sendo recomendado o uso de gasolina ou álcool diariamente por um curto período.
4. Perda de potência: A instalação do GNV pode resultar em uma ligeira perda de potência no motor, que pode chegar a 3% em relação ao motor movido a combustão.
5. Perda da garantia de fábrica: A instalação do kit GNV pode implicar na perda da garantia de fábrica cedida pelo fabricante do veículo, o que deve ser considerado por proprietários de carros novos.

Ao considerar a conversão para o GNV, é importante ponderar cuidadosamente as vantagens e desvantagens desse combustível alternativo, buscando informações detalhadas sobre os impactos e requerimentos específicos para cada modelo de veículo.