Uncategorized

Custo de seguro de carros nos Estados Unidos é mais baixo do que no Brasil, aponta pesquisa

Com a situação atual, não pagar o seguro de um carro é praticamente pedir para ficar com uma preocupação na cabeça todas as vezes em que você sai pelas ruas. Por outro lado, o custo do seguro é também um absurdo! Um carro esportivo também tem o custo de seguro mais alto. Não porque ele pode se expor ao risco com maior frequência, mas sim pelo fato de ter mais acessórios, como rodas maiores e mais chamativas, adereços estéticos, faróis de neblina e outros que podem chamar mais a atenção dos ladrões. E essas diferenças não existem só no Brasil. Nos Estados Unidos, um dos países mais desenvolvidos do mundo, o seguro também considera tais critérios para chegar a um valor para o proprietário. Por outro lado, o preço final é bem mais baixo, como acontece com diversos outros produtos e serviços ofertados por lá. Atualmente, a média do custo de seguro nos Estados Unidos como um todo é de US$ 1.682 por ano, conforme mostra a pesquisa Most and Least Expensive States for Car Insurance na edição de 2022. A informação coletada vem de 2.400 carros segurados, dos vários estados americanos. Dentro de cada estado, foi-se analisado o preço pago do seguro de carros de pelo menos 10 endereços diferentes, para formar uma média justa. Lá nos Estados Unidos, as seguradoras também consideram o sexo e idade do condutor, localização, situação financeira do proprietário, tempo de carteira de habilitação, modelo do veículo, entre outros. Todos esses quesitos podem ser controlados pelo proprietário do carro. Por outro lado, há alguns outros fatores específicos que estão além do controle do cliente. As seguradoras estadunidenses consideram ainda as leis de seguro, taxas de registros de furtos e roubos e até a quantidade de motoristas de carros sem seguro naquele estado. O estado americano mais caro para seguro de automóvel é o da Flórida, que tomou o topo de Louisiana depois de vários anos. Uma apólice de seguro de carro por lá custa em média US$ 2.560, o que é bem mais que a média nacional de US$ 1.682. Nesse estado, muitos motoristas não segurados e ainda muitos condutores subestimados que