Uncategorized

Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper: Problemas com Especificações de Óleo Lubrificante

A mudança do fornecedor de óleos lubrificantes da Fiat gerou controvérsias, e agora a questão se estende aos veículos comerciais da marca e seus parceiros de projeto, os utilitários comerciais Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper. Embora os dois últimos sejam variantes do modelo italiano, todos os três compartilham o mesmo motor, no entanto, parecem divergir quanto às especificações de óleo recomendadas.

O leitor Bruno Felipe levantou questões sobre a especificação correta do óleo para a versão com motor 2.3 turbo diesel do Fiat Ducato 2024, salientando as diferenças em relação ao seu Peugeot Boxer 2.3. Ao adquirir o Peugeot Boxer, Bruno recebeu 2 litros de óleo 5w30 originais da Peugeot. Posteriormente, ele tomou conhecimento de problemas em motores 2.3 Multijet, como consumo excessivo, emissão de fumaça e falhas nos bicos injetores, todos presentes no Ducato 2.3. O manual do Fiat Ducato recomenda o uso de óleo 15w30, enquanto no Peugeot Boxer a recomendação é 5w30 ou 10w30.

Ao questionar a concessionária Peugeot, Bruno não obteve esclarecimentos satisfatórios, mesmo tendo realizado três trocas de óleo sem problemas aparentes. A suspeita de que a Fiat esteja fornecendo o óleo do motor 2.8 para clientes da Ducato 2.3 é levantada, e Bruno associa os problemas citados à utilização do óleo inadequado. O fato de todos os veículos em questão serem Fiat Ducato reforça a possibilidade de um equívoco por parte da Fiat na indicação do lubrificante correto para o modelo com motor 2.3.

Bruno também menciona rumores sobre um possível recall da Fiat devido a esse problema, alertando os proprietários de Ducato 2.3 Multijet a buscar informações sobre esse detalhe. As informações fornecidas por Bruno Felipe são valiosas e evidenciam a importância de esclarecimentos sobre as especificações de óleo lubrificante adequadas para cada modelo, visando evitar possíveis danos aos motores.