Uncategorized

História da Chevrolet: Da Fundação à Consolidação no Mercado Automotivo

A Chevrolet, fundada em 1911 por Louis Chevrolet e William C. Durant, tem uma trajetória marcada por inovação e consolidação no mercado automotivo. Durant, que também foi o fundador da GM, influenciou diretamente o nome da marca. No Brasil, a Chevrolet desembarcou em 1925, com a abertura da primeira concessionária em Capivari, cidade do interior de São Paulo. A presença da marca no país é notável, apesar da linha mais enxuta em comparação com a oferta nos Estados Unidos, onde a Chevrolet possui uma gama diversificada de 18 modelos, incluindo desde compactos até enormes SUVs. O modelo mais vendido nos EUA continua sendo a icônica picape Silverado, que registrou a impressionante marca de 266.130 unidades vendidas somente no primeiro semestre de 2020.

A emblemática gravata, logomarca da Chevrolet, está em uso desde 1913, quando William Durant, fundador da marca, se inspirou em uma gravata presente no papel de parede de um hotel na França, decidindo adotá-la como símbolo da empresa. A GM, criada em 1908 como uma holding da Buick, expandiu-se rapidamente e, em seus primeiros anos, tornou-se um grupo que englobava diversas marcas, incluindo Oldsmobile e Cadillac. Em 1915, Durant estabeleceu uma parceria no Canadá para iniciar as vendas de automóveis Chevrolet naquele país.

Após três anos, a Chevrolet gerou tanto lucro que Durant conseguiu adquirir a maior parte das ações da GM, tornando-se presidente da empresa. Desde então, a história de sucesso da Chevrolet se mescla à da GM, consolidando-se como uma das principais marcas do mercado automotivo. Nas décadas de 1950 e 1960, a Chevrolet alavancou sua influência, conquistando expressivas vendas nos EUA, cenário que se mantém até os dias atuais.