Uncategorized

História da Chevrolet: Fundação, Expansão e Influência no Mercado Automotivo

A Chevrolet foi fundada em 1911 por Louis Chevrolet e William C. Durant, também fundador da GM, o que resultou no uso do nome Chevrolet. A marca chegou ao Brasil em 1925, estabelecendo sua primeira concessionária na cidade paulista de Capivari. Nos Estados Unidos, a Chevrolet possui uma linha mais diversificada e completa em comparação com o Brasil, contando com 18 modelos, desde compactos até enormes SUVs. O modelo mais vendido nos EUA continua sendo a picape Silverado, que registrou a venda de 266.130 unidades no primeiro semestre de 2020. A icônica gravata, presente na logomarca da Chevrolet, está em uso desde 1913 e, segundo relatos, foi inspirada por William Durant, fundador da marca, que a viu em um papel de parede de um hotel na França e decidiu utilizá-la em sua empresa. A GM foi estabelecida como uma holding da Buick em 1908 e, nos primeiros anos, se expandiu para incluir marcas como Oldsmobile e Cadillac. Em 1915, Durant fez uma parceria com uma empresa do Canadá para iniciar a venda de carros por lá. Três anos mais tarde, a Chevrolet gerava tanto lucro que Durant conseguiu adquirir a maior parte das ações da GM, tornando-se presidente da empresa. A Chevrolet foi, então, fundida à GM, tornando-se uma única empresa. Desde aquela época, os carros da Chevrolet têm desfrutado de grande popularidade. Nas décadas de 1950 e 1960, a Chevrolet conquistou considerável influência no mercado automotivo dos EUA, registrando vendas cada vez maiores, o que se mantém até os dias de hoje.