Uncategorized

Os 10 carros usados que levam meses para serem vendidos

Existem certos carros que nenhum particular se interessa em comprar. Mesmo com anúncios nos jornais de maior circulação do país e em sites de venda de carros, o desapego é inevitável. Entregar o veículo para um comerciante acaba sendo a solução, apesar de muitos torcerem o nariz e outros oferecerem preços muito abaixo do valor de mercado. A lista de 10 carros usados que levam meses para serem vendidos exemplifica essas situações.

Começando pela perua Omega Suprema CD 4.1 96, com preço de tabela próximo a R$ 30 mil, mas frequentemente encontrada por metade desse valor, devido ao seu visual e dificuldade de aceitação no mercado. O Marea HLX 2.4 2001, com valor de tabela de R$ 14,5 mil, também é um dos modelos que enfrenta a resistência dos compradores e é vendido por valores bem abaixo do estipulado.

O Toyota Corolla 98, apesar de completo, enfrenta a rejeição devido ao seu visual pouco atraente. O Fiesta 98, apelidado de “chorão”, concorre desvantajosamente com outros populares usados da mesma época devido à sua desvalorização no mercado. Já o compacto Hyundai Accent, com motor 1.5 e valor de tabela de R$ 6 mil, também é vendido por valores inferiores, devido à sua fragilidade e cores chamativas.

O Citroen Xantia, apesar de bem equipado, sofre com a desvalorização devido às dificuldades na manutenção de seus componentes eletrônicos. O Volkswagen Polo 1.0, lançado em 2002, enfrenta baixa procura devido à existência do modelo 1.6 e é encontrado por valores consideravelmente menores que o estipulado. A situação se repete com a EcoSport 1.0, vendida por preços bem abaixo do mercado devido ao seu motor fraco.

O Mercedes-Benz Classe A, apesar de completo e com preço atrativo, sofre com problemas recorrentes que prejudicam sua revenda. O Daewoo Espero 2.0, apesar de completo e baseado no primeiro Vectra nacional, enfrenta resistência no mercado de usados. Finalmente, o JAC J6 e o Volkswagen Touareg, ambos vendidos por valores abaixo do mercado devido à desvalorização e baixa procura devido à origem chinesa e à associação com a imagem de “carro do povão”, respectivamente.

Em resumo, a lista destaca modelos que, devido a diversos motivos, enfrentam dificuldades para serem vendidos no mercado de usados, ressaltando a importância de considerar não apenas o preço, mas também a aceitação do veículo, na hora de adquirir um carro usado.