Uncategorized

Os carros populares com maior porta-malas no Brasil

No Brasil, há uma demanda por carros populares com maior espaço de porta-malas, trazendo praticidade para as famílias. Levando em consideração o segmento dos carros mais baratos do mercado, fizemos uma lista dos Top 10 modelos, tanto hatches quanto sedãs, com os maiores porta-malas do Brasil, de acordo com a litragem oficialmente divulgada pelas montadoras.

Dentre os hatches, o modelo que se destaca é o Renault Sandero, com capacidade de 320 litros, tornando-se ideal para uma família de quatro pessoas levar suas bagagens. O Toyota Yaris, Hyundai HB20, Fiat Argo, Fiat Uno e Renault Kwid também oferecem boas capacidades.

O Sandero, segundo carro mais em conta da Renault no Brasil, é o atual hatch compacto com o maior porta-malas à venda no mercado nacional, capaz de comportar até 320 litros de bagagens em seu compartimento, volume que pode ser ampliado com o rebatimento dos bancos.

O Yaris, embora não seja considerado um carro popular devido ao seu preço mais elevado, também se destaca, aparecendo na segunda posição com seu porta-malas capaz de levar até 310 litros. Logo em seguida, temos um empate entre o Fiat Argo, o Fiat Uno e o Renault Kwid, todos com porta-malas de 300 litros.

Carro mais barato da Renault e um dos automóveis mais em conta disponíveis no mercado, o Kwid surpreende por levar até 290 litros de bagagens, um volume elevado considerando seu tamanho compacto de 3,68 metros de comprimento.

Na sexta posição, o veterano Gol destaca-se com seus 285 litros de capacidade no porta-malas. Em seguida, o Uno, mesmo mantendo vendas consideráveis em seu segmento, surpreende com seus 280 litros de espaço para bagagens, posicionando-se na sétima colocação.

O novo Onix, apesar de suas qualidades, ocupa apenas a oitava posição, comportando até 275 litros em seu compartimento. Já o Peugeot 208, embora possa ser encontrado em alguns lugares com a informação de que seu porta-malas carrega até 311 litros, na medição com padrão VDA o número é mais baixo, marcando 265 litros.

Na última posição, temos o compacto Fiat Mobi, que rivaliza com o Kwid e tem um porta-malas de apenas 235 litros.

No segmento de sedãs, o Chevrolet Cobalt e o Toyota Etios Sedan, embora já tenham saído de linha, eram conhecidos por oferecer bom espaço de porta-malas. Atualmente, o Renault Logan e o VW Virtus destacam-se com porta-malas acima dos 500 litros.

O Fiat Cronos, derivado do Argo, mantém sua estrutura e estica seu porta-malas ao máximo para alcançar 525 litros, superando o do rival abaixo. Possuindo um espaço interno semelhante ao Argo, seus 525 litros utilizam todos os espaços possíveis da parte traseira, excluindo até alto-falantes na parte superior para não perder um litro sequer.

O Honda City, posicionando-se como o terceiro sedã ‘popular’ com o maior porta-malas do país, comporta até 519 litros de bagagens no compartimento. Já o Renault Logan, nascido de um projeto voltado para espaço, seja interno ou do bagageiro, oferece uma capacidade de 510 litros, atendendo bem uma família média.

O Nissan Versa, renovado com visual remodelado e mais em termos de segurança e conectividade, apresenta um porta-malas com 466 litros nas versões de entrada e até 482 litros nas mais caras. A Volkswagen oferece o Voyage, com um porta-malas que leva até 480 litros, além do Hyundai HB20S, que aumentou o tamanho de seu porta-malas para 475 litros, aparecendo em melhor posição nessa lista.

Por fim, o Chery Arrizo 5, rival dos outras marcas citadas, apresenta um porta-malas com capacidade que não fica atrás, porém, o modelo frequentemente é esquecido no mercado brasileiro, mesmo com as melhorias significativas das marcas chinesas. Apesar disso, seu espaço para bagagens não passa despercebido.