Uncategorized

Os cuidados ao comprar um carro de locação ou frota de empresas

Ao procurar por um carro usado ou seminovo, é comum deparar-se com vendedores oferecendo veículos que eram utilizados como aluguel ou pertenciam a frotas de empresas. Esses carros geralmente apresentam baixa quilometragem e até dois anos de uso, o que pode atrais os consumidores pelo preço mais atrativo. No entanto, é preciso ter cuidado ao adquirir um veículo nessas condições para evitar dores de cabeça futuras.

Hoje em dia, muitas empresas optam por terceirizar suas frotas, transferindo a responsabilidade da manutenção para empresas especializadas, enquanto se concentram em suas atividades principais. Com isso, os carros de locação passam por uma troca frequente, mantendo frotas sempre novas e cobertas pela garantia, o que os torna atrativos para a compra no mercado de usados.

No entanto, uma investigação em uma grande empresa de logística revelou que os veículos estavam em péssimo estado, apesar de serem trocados frequentemente. Um exemplo disso foi um Gol 2011 com 23 mil quilômetros rodados, que nunca teve o óleo trocado ou completado, devido à política de substituição imediata dos carros quando ocorrem quaisquer problemas. Isso levantou questionamentos sobre os termos e compromissos da garantia dos veículos com a fabricante.

Em outras regiões do país, empresas de energia elétrica substituíram veículos mais robustos por carros de locação, como Gols e Unos, devido ao custo de manutenção e descontinuidade de certos modelos. Apesar de oferecerem garantia de motor e câmbio na compra, é essencial ter cuidado ao adquirir veículos usados de locadoras ou frotas de empresas, já que a baixa quilometragem pode esconder problemas decorrentes da intensa utilização e manutenção inadequada.