Uncategorized

Problemas de Lubrificante: Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper

A Fiat está no centro de um novo problema relacionado ao fornecimento de óleos lubrificantes para seus veículos comerciais. Desta vez, a questão envolve os utilitários comerciais Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper, sendo os dois últimos variações do modelo italiano.

O leitor Bruno Felipe levantou a questão em relação ao óleo correto para a versão com motor 2.3 turbo diesel do Fiat Ducato 2024, que difere do modelo Peugeot Boxer 2.3. Quando adquiriu o Peugeot Boxer, Bruno recebeu 2 litros de óleo 5w30 originais da Peugeot. No entanto, posteriormente, ele tomou conhecimento de problemas em motores 2.3 Multijet, como consumo excessivo, emissão de fumaça e problemas de bicos, todos pertencentes a Fiat Ducato 2.3.

Ao verificar o manual da Fiat Ducato, Bruno constatou que a recomendação de óleo constava como 15w30, enquanto no manual do Peugeot Boxer a recomendação era 5w30 ou 10w30. Diante desse cenário, Bruno consultou a concessionária Peugeot, mas não obteve informações satisfatórias, considerando que seu Peugeot Boxer já havia passado por três trocas de óleo sem qualquer problema.

A situação levanta questionamentos sobre a possibilidade da Fiat estar oferecendo aos clientes da Ducato 2.3 o óleo do motor 2.8. Segundo Bruno, os problemas citados podem estar relacionados ao uso incorreto do óleo no motor. Levando em consideração que todos os veículos em questão são Fiat Ducato, parece evidente que a Fiat cometeu um equívoco ao indicar o lubrificante para o modelo com motor 2.3.

Dessa forma, proprietários de Ducato 2.3 Multijet devem se informar sobre este detalhe e ficar alertas. Bruno ainda mencionou ter ouvido comentários sobre um possível recall da Fiat devido a esse problema, o que ressalta a gravidade da situação. Agradecemos a Bruno Felipe pelas informações fornecidas.