Uncategorized

Relembrando 10 carros esportivos brasileiros e sua história

O mundo automotivo está repleto de especulações sobre o futuro Gol GTI e seu possível lançamento. Enquanto aguardamos por novidades, decidimos relembrar alguns carros esportivos brasileiros em uma lista especial, reunindo 10 modelos escolhidos pelo desempenho e pelas modificações em relação às versões originais. É interessante observar que a Ford, famosa por seus grandes esportivos como o Mustang e o GT40, nunca produziu um carro esportivo legítimo no Brasil. O Ford Ka XR, por exemplo, embora possua bom desempenho, não possui modificações significativas para ser considerado esportivo.

Esta lista contempla apenas carros esportivos brasileiros produzidos em série, excluindo modelos como o Lobini H1. A ordem dos carros não é qualitativa, sendo organizada de forma alfabética.

O Honda Civic chegou ao Brasil em 1993 e suas versões esportivas demonstravam alto desempenho, como a VTi 1.6 de 160 cv. Em 1998, a Honda passou a produzir o Civic Si no Brasil, equipado com um motor exclusivo de 2 litros, duplo comando variável, 192 cv e câmbio de seis marchas. As rodas de 17 polegadas eram exclusivas, assim como diversos detalhes estéticos e funcionais. Atualmente, o Civic Si é o mais potente esportivo brasileiro em produção.
Peso: 1.322 kg
Potência: 192 cv
Torque: 19,2 kgfm
Velocidade máxima: 232 km/h
Aceleração (0-100km/h): 7,9 s
Relação peso x potência: 6,88 kg/cv

Em 1994, o Brasil conheceu o Corsa GSi, que com seu motor Ecotec 1.6 16v importado da Hungria, atingia 192 km/h e acelerava até 100 km/h em 9,8s. O modelo também contava com suspensão mais rígida, câmbio de relações mais curtas, discos ventilados na dianteira e ABS de série, além de diversos detalhes estéticos que o caracterizavam como esportivo. O Corsa GSi foi o último dos verdadeiros esportivos da Chevrolet, que desde então tem oferecido apenas alterações estéticas em seus modelos.
Peso: 999 kg
Potência: 108 cv
Torque: 14,8 kgfm
Velocidade máxima: 192 km/h
Aceleração (0-100km/h): 9,8 s
Relação peso x potência: 9,25 kg/cv

O Gol GT foi o primeiro carro esportivo nacional a acelerar de zero a 100 km/h em menos de 10 segundos, utilizando o motor 1.8 do Passat com comando de válvulas do Golf GTi, rendendo 99 cv. Além do desempenho, o visual diferenciado incluía adesivos, rodas de liga leve, faróis de milha, bancos Recaro, relógio com cronômetro e volante de quatro raios. O modelo foi substituído pela versão GTS em 1987.
Peso: 950 kg
Potência: 99 cv
Torque: 14,9 kgfm
Velocidade máxima: 180 km/h
Aceleração (0-100km/h): 9,7 s
Relação peso x potência: 9,59 kg/cv

Em 1995, o Gol